1984, George Orwell

7.6.17

Acabei me acostumando a ter tempo para programar postagens diárias, e agora que não posso, fico até me sentindo meio culpada em não estar mais em dia no blog. Mas faz parte da vida, né! Seja como for, mesmo com um ritmo mais lento, o importante é não parar. E isto, não pretendo! Bom, faz um tempão que finalizei a leitura de 1984, mas só agora tive tempo e disposição pra vir comentá-lo! Um clássico da ficção científica que eu ainda não havia lido, e que todo mundo me recomendava!
Sobre o livro: 1984 é uma das obras mais influentes do século XX, um inquestionável clássico moderno. Publicado em 1949, quando o ano de 1984 pertencia a um futuro relativamente distante, tem como herói o angustiado Winston Smith, refém de um mundo feito de opressão absoluta. Em Oceânia, ter uma mente livre é considerado crime gravíssimo, pois, O Grande Irmão (Big Brother), líder simbólico do Partido que controla tudo e todos, "está de olho em você". No íntimo, porém, Winston se rebela contra a sociedade totalitária na qual vive: em seu anseio por verdade e liberdade, ele arrisca a vida ao se envolver amorosamente com uma colega de trabalho, Julia, e com uma organização revolucionária secreta.
Comentários: Não me recordo exatamente como consegui o livro, acho que ganhei de um amigo há muito tempo, não tenho certeza, mas sei que o encontrei aleatoriamente aqui em casa, na bagunça da mudança e me dei conta de que nunca havia lido esse tão falado clássico da ficção. Resolvi então, mudar essa realidade. Não sei dizer se foi a época que o li que acabou reforçando minhas impressões sobre o livro, mas senti certa falta de ar com a história. Comecei a imaginar uma realidade como concebida pelo autor, e percebi quantas correlações já vivemos nos dias atuais. As teletelas, controles / alienação em massa, enfim... é impossível não sentir certo desconforto com o livro, e compreender sua fama. Confesso que esperava mais da personagem da "menina do cabelo escuro", não apreciei muito o final que ela teve, mas gostei da experiência de leitura no geral. Bastante impressionante mesmo! Um ponto de destaque para a fotografia do autor, na contracapa, com um doguinho, hauha!

Nota: publicação não patrocinada.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Eu terminei de ler semana passada esse livro e amei (inclusive é a mesma edição que você leu)! Acho que é inevitável a gente relacionar com o que vivemos nos dias de hoje, né? Também esperava um final melhor pra Julia, gostei muito da liberdade sexual dela!

    Bjs ♥

    https://eueminhaestupidez.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiimm aliás, qualquer leitura, né?!
      Obrigada pela visita! <33

      Excluir
  2. É uma leitura incrível! O Orwell sempre nos dá tapas na cara, mas esse livro realmente nos destrói.
    ALERTA SPOILER!!!!
    .
    .
    .
    Um dos maiores trunfos dessa obra é o quanto Orwell conseguiu compreender como a dominação totalitária acontece. Com certeza a comparação construtiva entre Admirável Mundo Novo e 1984 é bem válida, nosso presente hoje é a distopia do admirável mundo novo, mas a repressão e manipulação é a mesma de 1984,só que disfarçada, velada.
    O final é a parte mais tristemente realista: somos corruptíveis. O sistema molda e manipula até nossos ideais, vontades. A traição do final é um tapa na cara para não nos iludirmos com pseudos "revoluções".
    Quando olhamos nossa situação política é bem fácil de entender isso: uma esquerda como opção de revolução, mas que na verdade não se passa de farinha do mesmo saco.
    Amo o Orwell por sua crítica real aos sistemas totalitários e seu espírito anarquista.

    Falei demais, mas queria comentar essas coisas contigo. haushuashuas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique sempre a vontade para falar bastante, heuhe! E eu não poderia ter explicado melhor, su comentário foi, definitivamente, 10/10! A literatura de ficção também pode servir como aviso, dessa forma, há a esperança de mhora! Sempre há! E não podemos nos esquecer disso. Até em grandes sociedades, tudo o que acontece de ruim, traz em si a semente de reparo, igualmente e até muito melhor! Afinal, não há melhora na inércia... não há vitória sem luta! Heuhe! Fugi um pouco do livro, mas é isso!

      Obrigada pela visita, lindaaa! Volte sempre!

      Excluir

Muito grata pelo contato, seja sempre bem vindo! :3
You can contact me in english too! Be welcome! ♥

Cabelos Coloridos

Instagram Pessoal

Outfits no Instagram!