Pages

21.5.16

Menos julgamento e mais amor, por favor!

Andei pensando bastante antes de escrever este texto, e acabei concluindo que eu não seria eu, caso não o escrevesse. Este é apenas meu ponto de vista sobre algo que tem me incomodado muito no meio alternativo: as regrinhas. Também vou acabar explicando por tabela porque andei afastada de alguns blogs, e tudo mais. Antes de qualquer coisa, não tenho nada contra a ninguém aqui da blogosfera, só queria meio que falar um pouco sobre porquê fico "tão na minha", como perguntam.

Primeiro, meu blog é pessoal e tudo o que publico por aqui é uma livre expressão de quem eu sou realmente. Eu não tento montar imagem alguma além daquela que realmente sou, e na real, nem mesmo de alternativa. Eu apenas faço as coisas que gosto, da maneira que gosto, e fico feliz em encontrar pessoas que façam as coisas da mesma forma, como uma expressão livre de si mesmo. Mas algo que vem me incomodando demais, é o julgamento irritante de pessoas que se dizem tão entendidas do meio alternativo, que não param de impor regras e assim, acabam oprimindo "sem querer querendo" os demais. Eu fico muito chateada toda vez que vejo alguma amiga desistindo de ter um blog, porque se sente inadequada de alguma forma - isso me entristece MUITO porque essas ditaduras todas estão mexendo com a autoestima da pessoa! E eu simplesmente não gosto de nada que oprima seja quem for! Este é o primeiro motivo sobre eu procurar focar mais no meu blog, em registrar as minhas experiências, do que ficar reparando no que os outros estão fazendo.

Irrita demais essa história de ter que seguir regras, aliás, a gente já num se reconhece justamente pelo ponto em comum de fugir do "mainstream"?! Por quê raios iríamos impor regras até mesmo entre nós mesmos?! É por este motivo que não me denomino de subcultura alguma (e nada contra elas, também), porque gosto da livre expressão. Gosto de poder usar preto hoje, e rosa pink chocante amanhã se eu quiser - e tenho todo direito de não ser julgada por isso. Afinal, cada pessoa é única e tem sua forma de expressão particular. Assim como ninguém tem direito de ter suas escolhas - ainda mais de vestuário! - questionadas. Acho isso simplesmente tão chato, que quando reparei que alguns textos mundo à fora estavam focando somente nestas questões de aparência, acabei me afastando e parando de ler mesmo. Ainda mais quando aplaude gringo e condena um nativo, quando fazem as mesmas coisas. Gringo se expressar de várias formas?! Lindo! Agora a colega de blog: so-corro, ela não tem personalidade! ¬¬ Então, eu prefiro, sinceramente, ler os bloguinhos pessoais de amigos e criar meu próprio conteúdo, do que ficar envolvida nisso, afinal, até ler isso me faz mal! Sem contar que: não importa o que você faça, as pessoas vão falar de você e te julgar de qualquer forma, então, realmente comecei a ligar o foda-se. O "meio alternativo" tá parecendo mais briga de Egos!

É triste ver amigas vindo me mandar mensagens imbox, ou no Whatsapp questionando seus estilos, se sentindo oprimidas e com medo de até mesmo postarem em seus próprios blogs por causa desse julgamento todo. Gente, vamos parar, né?! Eu defendo que se alguma coisa não agrada a gente, simplesmente nos afastamos, não precisamos ficar disseminando (ainda mais no meio alternativo que permite muita criatividade) discurso de sabedoria absoluta sobre o tema, sem nem se importar no que aquilo poderia repercutir, falta muita empatia! Eu espero mesmo que meu bloguinho, apesar de ser pequeno, continue incentivando as pessoas a serem mais quem elas são, a usarem o que quiserem, fazerem ensaios e se mostrar mesmo, sem medo, porque cada um é único - e não é um padrão ou opinião de outra pessoa que muitas vezes NEM NOS CONHECE que deveria mudar isto! :(

Eu sinceramente não me importo com o que acham de mim, se gostam ou deixaram de gostar, afinal, cada um tem sua vida, seus motivos, e isso realmente não influencia em nada do que é relevante pra mim, portanto, não faz diferença. Fora isto, aqui pra mim é meu espaço, o meu hobby, e se uma pessoa não gosta do meu jeito (e tem todo direito de não gostar), não é este motivo que irá me fazer desistir de expressar quem eu sou, afinal, a internet está aí e há espaço para todo mundo! É por isso que me afasto e paro de ler textos que vejo que podem magoar ou oprimir outras pessoas - sem crise, sem tretas! Não me dirijo a ninguém específico, e estou falando de modo geral, porque já presenciei essas situações constrangedoras em vários lugares.

Por favor, de verdade, não deixem de serem autênticos, usarem o que gostam, e fazer o que quiserem com seus blogs por causa da opinião de ninguém! Essas pessoas simplesmente não nos conhecem, não sabem das nossas vidas então, jamais poderiam regrar nossos gostos e mais que isto, jamais poderiam (e não podem mesmo!) regrar nossas personalidades! 

Liberdade de expressão sempre! ♥

18 comentários :

  1. Falta muita empatia mesmo! Em tudo, todos os dias. Ninguém sabe se colocar no lugar do próximo, tudo o que as pessoas fazem é julgar de mais e amar de menos :(

    Me identifiquei muito com teu texto, tava precisando mesmo ler tudo isso! Obrigada, Jaquelinda <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda mais na internet né miga, onde gente de mente pequena se acha revolucionária. É lamentável mesmo, mas tranca a porta pra isso, a opinião de quem não nos conhece e se preocupa com a gente, não nos interessa! <3

      Excluir
  2. Os anos passam e o povo não aprende, hein?? Pior, parece que a coisa piora kkkkk

    Quando me pergunto se estou desperdiçando a minha vida engordando em casa, me lembro desse tipo de coisa e da superficialidade da "vida social", então acabo me conformando rs.

    :* ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAUAHAU é um saco né?! O melhor que fazemos mesmo é cuidarmos das nossas vidas!

      Beijão <3

      Excluir
  3. Concordo contigo em tudo! Felizmente não vejo mais esses blogs ditando regras porque faço justamente o que você disse: leio o blog das amigas e tô nem aí pra blogs ~alternativos~ que cagam regra. É melhor assim.

    Acho que isso acontece porque a pessoa não é ~alternativa~ de verdade, mas sim porque ela quer estar inserida num grupo diferente, quer pertencer a alguma coisa nova... E se o resto das pessoas faz algo diferente dela, ela acaba se sentindo "traída", deixada pra trás. Aí tenta controlar todo mundo em volta pra criar a sua própria legião de carneirinhos, pra não se sentir sozinha. Pelo menos essa é a impressão que eu tenho.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou muito feliz, de verdade, por perceber que você captou a ideia sobre o que estou falando, sua linda! <3 Por isso mesmo parei de tentar criar vínculos, porque muitas dessas pessoas querem apenas ibope, ou estão sedentas por atenção, que esquecem que a parte boa de ter blog é conhecer pessoas com gostos iguais. Por isso parei mesmo, e não me importo com números, com ditaduras de ser ou deixar de ser, muito melhor focar no que nos interessa realmente, e vai trazer de certa forma, crescimento! Beijão <333

      Excluir
  4. Uma das coisas mais legais de vir aqui no seu blog é que ele é diferente do meu, exatamente porque tem a sua cara e o meu tem a minha. Ficar (com o perdão da palavra) cagando regra e ditando como as pessoas devem se vestir ou agir é algo que me irrita muito, porque se todo mundo for igual... Qual a graça? Eu procuro blogs em que a pessoa se expresse do jeito que ela é, assim conheço pessoas diferentes e opiniões diferentes. Todo mundo no mesmo molde não dá!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente linda! Coisas iguais não se complementam! Nós aprendemos justamente com aquilo que é diferente! Beijão. <3

      Excluir
  5. Hello moça!
    Nossa! Tem muito tempo que ouço, leio e até vejo comentarem que o meio alternativo está sendo contaminado pelo senso comum mundial (se assim pudermos colocar). Hoje eu mesma já não me vejo parte de uma tribo, mas adoro o jeito diferente que a tribo alternativa veste. E sinceramente, fico triste com o fato de estarmos em uma ditadura do corpo e da moda no meio alternativo (isso envolvendo todas as outras tribos). Eu sinceramente não esperava que um maio tão para frente pudesse ser contaminado. Isso me faz refletir se todos morreremos cópias?! Está ai uma questão em que temos que refletir. Mas, em um mundo onde todos querem ditar aquilo que você deve ser, nadar contra a correnteza é ser forte e diferentona.

    ótimo post. E sou a favor de sermos aquilo que somos, mesmo que incomode a outros, pois eles não sabem nada sobre nós.

    Beijos
    Karolini

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que algo que influencia muito no meio alternativo - pelo menos no que se diz em blogosfera, e afins - é o Ego. É muita gente querendo ser melhor que a outra, aí se posiciona para julgar, pra avaliar o que é e o que deixa de ser alternativo. As coisas mudam o tempo inteiro, não nascemos engessados no mesmo molde dos anos passados - aí fica essa reprodução ridícula de esteriótipos. A graça é cada um ser quem é, afinal, não era essa a ideia inicial?! Acabou que tudo está se guiando pelo físico mesmo, pela aparência, e o que era ouro, se perdeu - ou está se perdendo né?! /: (Ainda mais agora, que viram que o meio alternativo dá grana!)

      Excluir
  6. Infelizmente, é isso mesmo. As que mais diz ser "alternativas", são as que mais caga regra na maquiagem, na unha, no corpo, no cabelo alheio. E isso sim abala o psicológico da gente. Normalmente, não ligo muito, mas infelizmente, tem dias e dias né, e tem dias que a vida da gente já está uma bosta, e sempre tem aquele que faz o favor de esfregar isso na nossa cara. Já pensei e penso frequentemente em desistir de tudo, porque é muito complicado quando você não tem o padrão blogueira. O publico é "pequeno" e restrito, muitas marcas não confia e nem dá chance para você.. Fico pensando sempre se vale a pena realmente..
    Belo texto amore! ♥
    www.femininetaste.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por estas e outras que nosso blog tem que valer a pena pra nós mesmas, meu amô. Jamais pense em desistir, se ele te faz bem, se ele te deixa contente depois de fazer rever seu próprio conteúdo! As marcas (que obviamente procuram números porque precisam vender, é a lógica capitalista que não escapa nem do nosso mundo "alternativo" que tem se mostrado muito lucrativo, diga-se de passagem) e a opinião dessas pessoas, não devem nos influenciar. Se elas perdem tempo pra nos ofender, ruim deve estar a vida delas pra se preocuparem tanto com o que as outras pessoas estão fazendo. Eu te digo: não desista, se acha que não está bom, pesquise e estude pra melhorar, mas desistir não! Se você desiste, tira até a chance do aprendizado! Um blog não é só fama, nem lucro, também é nossa casinha virtual, né?! Pelo menos eu vejo o meu assim... Muito obrigada pela visita. <333

      Excluir
  7. Olá... Adorei sua postagem... Penso como vc, chega a ser triste ver que o que era para ser uma irmandade' é na realidade guerra pra ver quem tem a melhor roupa a maquiagem mais bem feita... E isso já não me dói tanto por que entendi que o real preconceito esta dentro de nós se a gente ta bem como esta isto que importa... Sucesso bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente né miga, já dizia Elke Maravilha: "preconceito eles tiveram, eu é que escolhi não sofrer por isso". Disse tudo, mas colocar pra fora é bom, afinal, quando a gente vê amiga desistindo de blogar por isso, é porque sempre teve algo errado.

      Excluir
  8. Exatamente... Como sempre digo as vezes é preciso esvair-se sentar-se frente a sua alma olhar nos olhos dela para compreende-la

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor coisa, mesmo. Olhar pra si próprio! <3

      Excluir
  9. Muitas palmas pra você! rs
    Disse tudo que eu penso Jaque. A cada dia que passa eu tenho pensado mais sobre isso e entendido menos o porque de pessoas que se dizem alternativas julgarem tanto outras pessoas por padrões que são mainstream. Parece que as pessoas não estão pegando a real essência do que é ser alternativo. Tá cada dia mais difícil.
    Mas a gente espera que com o pouco que fazemos, possamos incentivar as pessoas a serem cada vez mais quem elas gostariam de ser e deixar pra lá a opinião de gente que não interessa. ^^
    Adorei o texto! Ainda bem que o escreveu!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas! Por estas e outras, é bem melhor permanecer no "underground" mesmo pra evitar esses julgamentos, heuhe! Vamos continuar fazendo o nosso, porque o importante é sermos felizes da maneira que somos! Muitíssimo obrigada sua linda! <3

      Excluir

Muito grata pelo contato, espero sempre ajudar! :3
You can contact me in english too! Be welcome! ♥

© 4SPHYXI4 - 2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: JAQUELINE CAMPOS .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo
The Alien