Pages

5.4.16

Divagações sobre Strega Fashion e Autoexpressão

Ultimamente tenho andado meio desanimada, e aí, as inspirações para dar continuidade ao blog vão sumindo. Estou passando por um cansaço muito grande, que não sei da onde vem e pra onde vai, e enfim, perdoem a ausência. Seja como for, isso não é um indicativo que eu vá parar com o blog, jamais! Hahaha! Pra me animar, hoje venho dissertar sobre Strega Fashion, uma estética que sempre chamou bastante minha atenção, inclusive no último ano, e que nunca comentei verdadeiramente sobre ela aqui no blog. Depois de assistir a este vídeo da Giovanna, fiquei com vontade de, finalmente, falar mais à respeito.
De fato, a minha grande identificação com a moda Strega acontece pela grande liberdade na composição do vestuário. Acredito que de tudo o que visto e gosto de usar, esse lance mais "bruxinha" é o que mais encaixa com a minha personalidade, é o que mais me sinto à vontade usando. Muitos tons escuros, tipos de tecidos diferentes e bastante conforto. É algo que eu queria investir na renovação do meu guarda roupas, e que irei investir, apesar da breve pausa no projeto por questões de emagrecimento. Eu tenho andado eliminando bastante peso, então, achei melhor dar uma pausa na compra de roupas, e voltar quando estiver mais estabilizada. Enfim, como já comentei em algumas publicações passadas, se eu pudesse, investiria fundo no Dark Mori, mas depois fui compreender - principalmente após assistir ao vídeo da Gio - que na verdade, aquilo que estava me chamando atenção era o Strega. Mas qual é a diferença, então?! Parece que não, mas são modas bem diferentes entre si.

O Strega nasceu no Tumblr, principalmente com as divas maravilhosas que acompanho de perto: a Mai do Shortcuttothestars, e a Psychara, além de outras contas que também falam muito sobre o assunto. Pra contextualizar melhor, vou traduzir e falar um pouco a respeito do "Manifesto Strega", que a Mai publicou em seu Tumblr há algum tempo.

• Strega significa bruxa, que é o tema principal da moda.
• Não há outras regras e não há esquema de cores pré-estabelecidas.
• A inspiração vem dos contos de fadas, folclores e mitos.  
• Também é inspirada no gótico, boho, mori e o que mais preferir.
• Mas é diferente do Mori / Dark Mori por não ser uma moda japonesa. 
• E é diferente da gótica por não ter ligação com qualquer subcultura ou música.
• Ninguém pode julgar ou excluir outras pessoas desta moda por motivo algum.
• Strega é a bruxa dentro de nós mesmos, saindo através de nossas roupas.

Como disse, o que mais gosto dentro desse estilo é a liberdade. Não há regras pré-estabelecidas, e na verdade, fica até um pouco confuso se parar pra pensar: "poxa, então Strega é tudo". Teoricamente sim, no sentido de que há grande liberdade de incorporação, mas ainda existem alguns aspectos que caracterizam a moda, como roupas mais largas, assimétricas e essa inspiração mágica, etérea. É o que torna a Strega tão interessante, na minha opinião. Pensando nisso tudo, vou mostrar alguns aspectos dentro dessa moda que mais me agradam, e que pretendo desenvolver melhor de agora em diante, incorporando ao meu vestuário. Estou bastante satisfeita em perceber que já tenho caminhado um pouco com isso, mas ainda quero me expressar mais! Afinal, já é de mim, adorar coisas místicas e tudo relacionado. Vale lembrar que a estética não é relacionada à nenhuma religião, embora muitos símbolos pagãos sejam utilizados. Eu, particularmente, não gosto de usar nenhum símbolo que não tenha à ver com o que vivo, por questões de apropriação mesmo, mas isso vai da escolha e ponto de vista de cada um. 
A Mai, mocinha que aparece na maioria dos outfits acima, é fascinada pelo Tolkien. Isso explica uma boa parte da atmosfera dos looks que ela compõe. Já a Psychara, consegue ainda misturar um pouco de cybergoth em seus looks, talvez pela questão da cor e por usar bastante dreads. O legal do Strega é isso, além da inspiração "bruxa da floresta", o nosso toque pessoal que acaba tornando-o único. Eu acredito que em questão de vestuário, o que deve ser primeiramente levado em conta, é a nossa criatividade e inspiração. É legal conhecer uma moda que dá espaço para nossos "incrementos pessoais", que oferece essa liberdade. Eu ainda tenho um volume de roupas muito pequeno para o que ainda gostaria de elaborar em questão de looks - visto pelo lado da minha expressão pessoal, e tudo mais, mas isso pretendo ir construindo aos poucos. Também gostaria de desenvolver mais esse lado de aplicar ao que visto várias referências pessoais, o que vai demandar um pouco de pesquisa e raciocínio. O que eu mais gosto dentro desse estilo é a assimetria das roupas, e meias, sem dúvidas. 
Aliás, essa criatividade na autoexpressão em questão de vestuário é algo que sempre me chama muito atenção. É sempre interessante observar e acompanhar pessoas que se vestem de formas que admiramos, e seguem determinadas subculturas, mas o meu nível de interesse chega a triplicar quando percebo que a pessoa aplica muito de si ao que veste, sem necessariamente seguir "regras", ou esteriótipos. Este sempre foi um sonho para mim, que nunca consegui desenvolver pra valer até o momento por questões de grana mesmo e quem sabe até falta de interesse em me aprofundar nesse assunto, mas é algo que quero experimentar e tentar algum dia - talvez até pense em algum projeto ou série para publicar aqui pelo blog para me motivar. Acredito que tudo se torna muito mais interessante quando aplicamos muito de nós mesmos àquilo. 

A criatividade sempre foi algo que me fascina.
Por hoje, vou parar por aqui.

6 comentários :

  1. Acho o estilo lindo, e gostaria de incorporar mais peças no meu guarda roupas, mas por aqui é tão difícil achar coisas mais assimétricas (que também é uma das minhas partes favoritas). Sem contara grana inexistente na vida de desempregada que ando levando hahaha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Nay, te compreendo perfeitamente! Se bem que parte desses vestidos assimétricos, de acordo com as próprias "seguidoras" dessa moda, a maioria é tudo customizado, sabia?! E olhando assim, fica até mais em conta poder ir no brechó, comprar uns vestidões e customizar. Estou pensando se publico algo do tipo aqui pelo blog! #Oremos pra situação do nosso país melhorar logo, e a gente ostentar nossos estilinhos! <33

      Excluir
  2. Que post lindo <3 Strega é apaixonante,por tudo isso q vc citou,liberdade,aparência mística,assimetria,poder colocar nossos toques pessoais,e ver que cada uma tem uma maneira bem única de criar seus outs.
    Esperando por dias mais amenos para poder brincar mais.
    Morrendo nesses looks que vc postou <3
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim! E você, Giodiva, é praticamente a pioneira no estilo aqui no Br, hein?! Primeira que abordou o assunto, primeira que postou vários outs! Só lindeza! Tô doida pra bolar vários looks e postar por aqui também! <3

      Excluir
  3. Eu acho esse estilo muito lindo e sempre ví muito dele em você. :P
    Também acho você e a Mai bem parecidas :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOCÊ ACHA EU E A MAI PARECIDAS?!?!?
      MDSS MORRI! HAUHAUHAUHA! Obrigada sua linda. <33
      É noes!

      Excluir

Muito grata pelo contato, espero sempre ajudar! :3
You can contact me in english too! Be welcome! ♥

© 4SPHYXI4 - 2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: JAQUELINE CAMPOS .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo
The Alien