Cabelos: Fios Pretos e Projeto Rapunzel

5.9.15

Há algum tempo atrás, lá no início do blog, publiquei uma linha do tempo completa de todas as cores de cabelos que já tive. Para quem não sabe, fui colorida durante alguns anos, e recentemente, resolvi pintar meus fios de preto, e hoje, finalmente, venho falar mais sobre isto, fazendo um breve resumo da minha história capilar e falando sobre o projeto que pretendo desenvolver deste mês em diante, o Projeto Rapunzel. Peço que leiam tudo antes de opinar, ainda mais um texto hiper pessoal como este, afinal, uma parte pode não representar o todo, e sempre acaba comprometendo o entendimento geral.
Um Pouco de História
Meu cabelo natural é castanho escuro, super cacheado e fino. O resultado de ser super cacheado e fino é falta de definição e volume, muito volume. Desde pequena, nunca gostei da forma original dos meus cabelos, porque sempre me sentia desarrumada por causa do volume quando secava, sem contar que ele sempre foi de ressecar muito facilmente, por ser cacheado. Minha autoestima, realmente era lá em baixo por causa disso, tanto é que quase não tenho fotos dessa época, apenas de quando muito criança - e sinceramente, não me sinto a vontade em publicar este tipo de conteúdo aqui. Quando cresci mais um pouco, lá pelos 13 anos, comecei a usar química nos cabelos. Eu não lembro como ou com quem foi, só sei que fui eu quem iniciou a febre do Henê na família, porque deixou meus cabelos hiper lisinhos e mega pretinhos. Pela primeira vez comecei a me sentir mais confiante e bonita, é mais ou menos desta época as minhas primeiras selfies! rs Com o tempo, minha falta de experiência levou meus cabelos já frágeis por natureza, a começarem a ficar ainda mais frágeis, porque quem disse que eu me preocupava com hidratação? Aí, parei de usar, tanto por este motivo, quanto por ter acabado os estoques do bendito aqui nas redondezas. Felizmente, aprendi a fazer escova em mim mesma, e foi assim que me mantive "lisa" durante vários anos, inclusive, durante a época dos meus cabelos coloridos, que começou lá em 2011... 

Época dos Cabelos Coloridos
Ainda não era a febre que está atualmente, e eu também não sabia que iria chegar onde cheguei. Só sei que, um dia, voltando da academia, fui tomar um café e simplesmente me ocorreu que eu nunca tinha mudado absolutamente nada na minha aparência, desde nova. Eu sempre acordei tarde pra essas coisas, como sempre falo aqui no blog, e neste dia, resolvi comprar descolorante e me aventurar. Sem conhecimentos adequados, vocês podem imaginar a caca que ficou, mas até que ficou uniforme, já que a minha mãe tinha - e tem - conhecimentos cabeleirísticos bons, e me indicou uma tinta mais clara, que passei por cima e ficou um castanho bem clarinho, quase ruivo. E aí começou a minha saga de querer cabelos vermelhos. Mas não era um vermelho qualquer, era vermelho - vermelho! De fato, foi esta época em que meu cabelo começou a se danificar mais e mais, e quem dera se a culpa fosse minha! Fui em vários cabeleireiros ruins, que não me davam o resultado que queria e ainda ferravam com ele. Sem contar que entrei nas progressivas, né? Porque eles estavam longos, e o trabalho de manter um cabelo colorido saudável e escovando todos os dias é em dobro! Um pouco antes dessa época, eu vivia babando nos cabelos coloridos que encontrava pela internet, mas sonhava, imaginando que aquilo nunca faria parte da minha realidade, porque não era mesmo como é hoje, totalmente fácil acesso. Ainda mais para mim, que teria que fazer tudo sozinha, jamais mesmo imaginei que fosse chegar lá, e de fato, não pretendia. Foi realmente uma das melhores surpresas da minha adolescência!...

Aí comecei a estudar
A internet sempre foi a minha melhor amiga para aprender coisas. Sempre que posso, tiro o máximo proveito deste benefício e aprendo coisas novas. Com cabelos coloridos foi a mesma coisa. Eu tinha vários bloquinhos e agendas cheias de conteúdo anotado do que pesquisava online, e isso tudo me ajudou muito a perceber a importância do Cronograma Capilar, o lado negro das progressivas, e a dificuldade de manter o cabelo que eu queria. Aí o que fiz? Cortei o cabelo, aproveitando que nunca tinha usado-o curto, e diminui o meu trabalho. Muito do que sei hoje também foi adquirido através de experiências próprias, tanto boas quanto ruins. O que posso afirmar é: não me arrependo de nada. E enfim, pude ter todas as cores que queria: comecei no vermelho, fui pro laranja, rosa, verde, azul de todas as nuances pois foi a minha cor favorita, enfim, todas que vocês puderam ver na montagem acima, e na publicação Memórias de Cabelos. Posso dizer que aprendi muito com a Raki, também!
Birra e Cabelos Pretos
E aí, vários anos se passaram e o conhecimento só aumentava - e a moda também. Eu participava de vários grupos de cabelos coloridos no Facebook, e comecei a conhecer bastante gente legal, e também, bastante gente chata que se achava o centro do universo só porque era "diferente". Numa época em que é considerado "cool", é muito fácil divar por aí, mas queria ver metade dessa gente lá no início levando "xingo" na rua! u.u Enfim, birras à parte, fui começando a me cansar do que o conceito de se ter cabelos coloridos estava significando atualmente. A atitude da maioria das pessoas, a associação, enfim... muitos de vocês podem não entender o que estou querendo passar, mas é isso, sou chatinha mesmo. Mas posso afirmar com veemência que não foi este o motivo maior de eu migrar para os cabelos negros. Tudo começou com o problema dele sempre ser indomável, frágil e estava sendo bem difícil e trabalhoso cuidar, afinal, resumidamente: tomar o cuidado de lavar sempre em água fria + hidratações seguindo o cronograma em todas as lavagens (porque sério, sempre necessitou muito, e não era por uso de maus produtos) + proteção térmica adequada (e quando pegava um ruim, vish!) + escova (só secando livremente) e por fim, chapinha, que era indispensável, levava horas para arrumá-lo. Adicione a isso tudo pitadas de cabelo crescendo... Fui me cansando sabe?  

Eu nunca consegui conciliar adequadamente métodos "alisantes de qualquer natureza" com cabelos coloridos, porque os que faziam realmente efeito eram incompatíveis, e os que davam um jeitinho não me dispensavam do uso constante da chapinha, e portanto, de todos os passos acima. Eu sempre fui uma pessoa extremamente perfeccionista, por mais que não apareça, e tinha muita dificuldade em largar esse processo de lado, e deixar as coisas serem como são (e por falar nisso, eu juro, eu tentei usá-lo natural, mas simplesmente não rola). Era sempre raíz em dia. Até o momento que juntou tudo o que falei acima, pesou e eu simplesmente larguei de lado, porque simplesmente não aguentava mais levar horas para passar com o cabelo todo o tempo... preso! Sim, ainda tinha esse detalhe. Eu sinto muito calor, e sempre dou um jeito de mantê-lo preso. Aí, sem pensar duas vezes, nem titubear, pulei pro preto sem dó, nem piedade. Foi uma cor que usei durante anos da minha vida, e sempre me dei bem. É tipo o meu "porto seguro" no meio disso tudo, e nem precisei ficar ansiosa para saber se ia dar certo. Mais ou menos nessa época de descontentamentos, me reencontrei novamente com o henê através dos videos da Giodiva e da Sandila, e lembrei que ele existia... Relembrei da facilidade e comecei a sentir saudades de quando usava o produto.
Projeto Rapunzel
Depois que pintei de preto, soube que eu precisava muito desse "break" daquilo tudo e comecei a pensar na possibilidade de usar Henê novamente. Hoje percebo que foi a única coisa que realmente deu certo, não custou caro e me livrou de todo trabalho que eu tinha. Todas as progressivas que tentei destruíram meus cabelos, e o único método que dava certo (relaxamento + progressiva) era incompatível com descoloração. Ora, se fosse para eu ficar com o cabelo escuro, que fosse logo para o henê, que pelo menos, é mais barato. É claro que foi uma decisão difícil, porque eu continuo amando cabelos coloridos, mas além de estar com o cabelo pedindo socorro e precisando urgente de uma pausa, lembrei de outra perspectiva, um desejo antigo: deixar os cabelos gigantes. Eu sempre tive o cabelo de médio à "longuinho", mas não tão looongo o quanto eu gostaria. E resolvi correr atrás dessa experiência. Sem contar que eu sentia falta de um cabelo mais brilhoso, tratado, e como ele já estava bem judiado mesmo (estava platinado, e mesmo cuidado, o cabelo fica frágil mesmo, some à isto meu desânimo em cuidar...), não aguentava mais me preocupar com raíz, escova e aquilo tudo e hoje, depois de alguns meses usando, não só percebi que fiz uma ótima escolha, como percebi que os produtos que venho utilizando funcionam bem melhor nos meus cabelos. Ele revolucionou a coisa, porque estava mesmo feia, viu? Voltando a afetar a autoestima novamente. E como não gosto de meias palavras, percebo que fiz uma boa escolha - para o meu caso, obviamente. Em outra publicação mais focada, posso até falar mais sobre o assunto, embora o blog da Sandiva e da Giodiva tenham mais do que o suficiente! 

Até a minha mãe falou que eu iria me arrepender, tentando me convencer do oposto, mas depois que fiz, todo mundo concordou que fiz uma boa escolha. E se eu pretendo ter cabelos coloridos novamente? Com certeza! As minhas pesquisas de um melhor método continuam, aliás, eu ainda pretendo usar o cabelo bem curto, a lá Joãozinho, quando der coragem, eu volto. Porém, a meta que mais tem me conquistado, e é outro sonho há anos, é um cabelão gigante. E percebi que o Henê tem me ajudado nisso, porque não fico encucada querendo mexer no cabelo o tempo inteiro e vejam só: ele respira e cresce! ♥ Portanto, disso que se tratará o Projeto Rapunzel, eu fiz uma meta e determinei que não irei mais cortar os meus cabelos até completar 25 anos! Exceto as manutenções de pontas e afins, obviamente. Esperem, portanto, uma nova fase de compartilhamento de experiências, produtos para crescimento e administração dessa saga toda. O último corte que irei fazer será daqui há alguns dias, pois quero cortar um chanel pontudo, depois disso, é só deixar as coisas acontecerem!

E bom, espero que tenha matado a curiosidade de vocês e esclarecido um pouco da minha história. Hoje em dia se vê muito "assuma seu cacheado", mas e quando a gente não quer, né? A gente tem que fazer o que se sente bem, e não o que nenhuma ditadura, seja de qualquer lado, venha lhe impor. Eu realmente nunca me senti bonita enroladinha, embora goste desse tipo de fio - minha alma sci-fi não combina, não tenho como negar! Por enquanto, me vejo de férias do colorido, mas não renego uma futura revira-volta. Espero que tenham gostado do relato da minha experiência. Até logo! 

You Might Also Like

30 comentários

  1. Poxa, Jaque... Que saga! Me encantei por suas cores de cabelo - principalmente, pelo rosa -, mas entendo e respeito sua decisão em optar pelo Hennê, porque a saúde dos cabelos é fundamental.

    Minha juba é curta, desde os meus 14 anos e, depois do "Joãozinho", senti uma falta ENORME do comprimento até a cintura, de quando eu era nova. Coincidentemente, depois de assumir meus cachos, minha auto estima aumentou, mas confesso estar desanimada com os retoques de raiz.

    Enfim, gostei de ler sobre suas experiências capilares e, independente de qualquer um, o importante é se sentir bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marcela! <3 Por incrível que pareça, o que mais estava me incentivando nessa mudança era a demora em estar arrumada sabe. Depois que junta uma rotina louca de faculdade com trabalho, quem é que pode ficar 3 horas arrumando cabelo gente? D:

      Excluir
  2. Já deixei o meu cabelo preto por dois anos, por incrível que pareça as pessoas diziam que eu não deveria pintar o meu cabelo de preto porque me deixava muito branca, voltei ao natural,antes disso eu fazia mechas coloridas, verde, roxo, rosa, briguei horrores com a minha mãe nessa época, mas hoje compreendo ela, pois ela me disse que eu deveria ficar mais velha para pintar o cabelo e hoje ela me ajuda a descolorir faz hidratação, Por eu tenho algumas mechas coloridas e as pontas também, mas pretendo ficar só com a nuca colorida.
    http://intergalacticsoul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre me diziam que eu ficava com cara de morta de cabelos pretos, por causa da minha cor. Hauhauhauha! Mas foi uma cor que sempre aceitei bem. Fiquei dos 13 aos 18 de preto direto, vou ficar mais uns dois, três anos e depois volto à atividade! :)

      Excluir
  3. Me apaixonei por todas as suas cores de cabelo! E, olha, ao contrário da sua mãe (que prefere o azul, pelo que você disse no outro post) eu te achei ainda mais linda com os cabelos pegando fogo!
    Mas preto é sempre gostoso, né? Com henê, então, que nos poupa trabalhos enormes... só amor e alegria!

    Eu estou com a mentalidade de deixar meus cabelos crescendo, também... o maior comprimento que eu já tive foi abaixo da cintura e estou morreeeeeeendo de saudades dele assim! Me prometi que não vou cortar mais, também rs rs

    Boa sorte pra nós nesse projeto, lindona! Vou adorar acompanhar pra ver o que está funcionando pra você e pegar algumas dicas!

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah siim, eu estou adorando a facilidade. E inclusive, fico muito agradecida à você e a Giodiva por compartilhar mais informações sobre o hennê que eu não sabia na época em que usava, me ajudando a decidir se iria usar ou não novamente! Muito obrigada Sandilinda <3

      Excluir
  4. Eu já fiz algumas merdinhas no meu cabelo haha mas nunca foi o cabelo todo .
    Você fica linda com todas essas cores e você de franjinha fica muito diva mas você fica linda de todo jeito *0*

    stay-creepy.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, mil vezes obrigada, Van! <3

      Excluir
  5. Putz, acho que nunca fiquei tão focada num texto de blog, como fiquei no seu. Que história! Amei seu cabelo de todas as cores possíveis, especialmente o vermelho - VERMELHO! haushuhas' Enfim, eu tenho cabelo cacheado e amo os cachinhos, de vez em quando dou umas dicas pra quem tá pensando em deixar a química de lado, mas detesto pessoas que pressionam do lado de cá ou lá. Se você é feliz com ele liso, seja. O importante é o que você pensa, e não o que a sociedade te impõe.
    Deixando a filosofia e revolta de lado haha, seu cabelo tá lindo preto, e você é linda demais! Quero ver você com cabelão, vai ficar diva demais. Enfim, a partir de hoje passo a acompanhar seu blog, e consequentemente, seu projeto. Desejo força e sucesso nessa nova fase pra você.

    Beijos, Sel | Quinta Gaveta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que coisa linda! <3 Sempre fico mega preocupada em publicar minhas histórias, porque eu realmente escrevo muito! Hauhauh! E encontrar alguém que goste e leia me deixa muito feliz, portanto, muito obrigada mesmo por isso e pelos elogios! <3 Fico feliz também porque irá acompanhar o blog de agora em diante, seja mais que bem vinda Sel! Beijão!

      Excluir
  6. Amei o post, concordo contigo lembro de umas amigas que usavam cabelos coloridos no inicio dos anos 2000 e era foda, porque elas sofriam muita discriminação, hoje tá "cool" ser colorida, acho que você tem que experimentar como falou o importante é o que voc~e escolheu ficará linda sempre <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Jeny! <3
      Realmente, hoje em dia pagar de fodona tá fácil, queria ver naqueles tempos! u.u

      Excluir
  7. Agora, com a moda das perucas, deve ser mais barato comprar uma peruca maneira pra usar supercolorida do que pintar e descolorir, ainda mais que o seu vc disse que é delicado, né? Vale a pena não.
    E ó, o meu, eu cortei igual da Saya de Blood + há uns 2 anos atrás e ele já tá um palmo abaixo da saboneiteira O seu vai crescer mais rápido, por que eu to na saga pra platinar.
    obs: Eu votaria em qual cor eu gostei mais em você, mas adorei todas, tá? Vou votar no platinado, só pq eu queria o meu branquinho assim tb.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, menina, fico muito feliz com essa onda das perucas! Hauhauha! Eu ainda tenho vontade de comprar algumas para usar em ensaios e coisas semelhantes, principalmente uma branca grandona. Eu sinto falta do platinado, mas ele, de todos, foi o que deu mais trabalho!

      E poxa, para te ajudar na sua saga, caso interesse:
      http://4sphyxi4.blogspot.com.br/2015/04/tutorial-cabelos-coloridos.html
      http://4sphyxi4.blogspot.com.br/2015/03/guia-basico-de-descoloracao.html
      http://4sphyxi4.blogspot.com.br/2015/01/tutorial-cabelos-brancos-e-platinados.html
      http://4sphyxi4.blogspot.com.br/2015/03/tratamento-e-manutencao-de-cabelos.html

      Todos baseados na minha experiência! ^^

      Excluir
  8. hahaua que linda de cabelos coloridos!!! vermelho ultra é tudo <3 Também estou há mais de um ano mantendo os cabelos sem cortes, meu próprio projetinho tbm, mas acho que vou morrer frustrada e acabarei cortando de novo kkkkkk ainda mais agora que eu nem posso mais pintar.

    Bjos, linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveita agora que não pode mais pintar e deixa crescer! *-*
      Muito obrigada Duda! <3

      Excluir
  9. Cara adorei seu cabelo laranja! Achei que ficou com cara de sci-fi rsrs, sério. Mas o cabelo preta orna muito bem em você também! Boa sorte nessa nova fase Jaque! Aposto que irá arrasar por aí! Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, muito obrigada Myrix! Eu amava meu cabelo laranja, um dia volto! o/
      E muito obrigada pelo elogio ao preto, ficarei nele um bom tempo!
      Beijos

      Excluir
  10. Bom, eu não pretendo exibir meus cachos tão cedo. Devo confessar que te amei hard e intensamente de cabelo laranja, caso um dia queira me agradar hahahha Espero que voce consiga segurar um pouco a ansiedade e consiga ser uma rapunzel ^^ por enquanto estou curtindo meu ruivo chanel
    www.rumorandhorror.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Ao que parece seu cabelo só não foi verde até agora! Eu acho cabelos coloridos a coisa mais linda, mas sabe aquela insegurança de que não ficaria bonito? Tipo, em mim. Eu tenho muito isso, não sou de ousar com o cabelo. Pelas fotos do seu cabelo em diversas cores, a fase que eu acho mais bonita é o branco / cinza clarinho, que foi quando conheci o blog. Acho que combina muito com você! Mas deve ser complicado de cuidar né? Um beijo : *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era bem trabalhoso sim, principalmente por eu ter cabelos cacheados e gostar de usá-los sempre lisos. E poxa, verde bandeira não tive mesmo, não era uma cor que me agradava muito, mas turquesa sim! ^^ Beijos Let! <3

      Excluir
  12. Também tô nessa de deixar o cabelo crescer, só que lilás, o que faz esse meu projeto rapunzel pular do nível "de boas esperando crescer" pra "surtando com descoloração + cronograma" HIAUHAIU
    Quase desisti do roxo esses tempos, porque eu sei como a rotina de tratamento é cansativa (e cara, né? vários salarios nesses cabelos hiauhai)
    Às vezes eu fico vendo minhas fotos com 14 ou 15 anos, aquele cabelo natural enoooorme e com voluminho por conta do mooooonte de cabelo que sempre tive, e agora olho pros meus fios atuais, pouco cabelo cabelo e tudo escorrido... dá vontade de largar mão também. E acho que só tenho me mantido forte na minha meta porque por enquanto não me imagino com outra cor de cabelo que não seja lilás. haha
    Boa sorte de projeto, gatz
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, se eu tivesse fios lisos, manteria colorido, porque seria bem menos trabalho... Ou se eu fosse conformada com meus cachos, mas não adianta, não me identifico mesmo. /: Preto sempre foi uma "cor-mãe" pra mim, acho que vai me manter na linha até conseguir deixar do tamanho que quero, mas vai pensando se nunca mais vou querer voltar pro colorido... cenas dos próximos capítulos! xD

      Excluir
  13. Me identifiquei um pouco com você. Meu cabelo sempre foi fininho e volumoso também. Só a parte do frágil que o meu não é tão frágil assim.
    Mas também testei várias e várias coisas no cabelo pra conseguir dar jeito na juba.
    Também cheguei a pensar em usar o hennê novamente, mas no meu caso acabei optando por não fazer isso, já que meu porto seguro é o vermelho... rs
    Bem que podiam inventar um hennê vermelho...
    Sobre o deixar liso e cacheado, também penso como você. Quem quer, tem vontade e gosta de assumir os cachos, que faça isso. Acho lindo. Mas quem como eu e você não aguenta, gosta mesmo é do liso, o jeito é deixar liso, oras.. rs
    Eu também nunca tive o cabelo longo. Foi sempre entre médio e grande, sem ser longo. Aí pouco tempo atrás resolvi fazer um corte mais curtinho igual você viu e também decidi deixar ele crescer agora. Tesoura só nas pontas mesmo. Estamos com plano parecidos! rs
    Vamos ver até onde nossos cabelos vão chegar ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Monezita, o seu meio a meio atual está um arraso! Talvez me falte um pouco de paciência - e dinheiro - pra ficar testando o método que dê um jeito (vulgo progressivas) para conseguir mantê-lo colorido e liso, mas eu já usei bastante coisas e simplesmente não me livraram do trabalho constante de chapinha e escova. Hoje estou ganhando tempo! E continuará assim por mais algum tempo, vou deixar crescer mesmo, e vou mantê-lo pretinho por enquanto, se eu quiser mudar, agora só na base da peruca! Hauhauha!

      Mas futuramente tenho outros planos, sempre tenho!
      Vamos ver onde vamos, Mone! <3
      Beijão!

      Excluir
  14. To contigo nessa, moça! Que venha os mais longos fios até os 25 anos heiaheua sou daquelas que só cuido dos fios se eles tiverem longoooos tipo muito longos. E sinceramente to adorando o henê, dando um brilho incrível, deixando pretinho e liso do jeito que eu queria!

    Minha avó usa há 40 anos e deu forcinha para eu usar, depois de tanto implorar por fios pretos e gastando horrores em tintas e tonalizantes.

    Teu cabelo natural é cacheado! Confesso que fiquei muito curiosa para ver ele natural.

    Beijos

    Madessy.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vish, vai ser meio difícil vê-los assim, pois quase sempre tô escovada de alguma forma (quimicamente ou mecanicamente). Hauhauha! Siiim, economiza tempo, trabalho e dinheiro! Beijos <3

      Excluir
  15. Bahhh, é muito parecida a história mesmo! A diferença é que eu tenho o cabelo volumoso e antes, pelo menos, ele era cacheado. Mas quando a gente fala cacheado, a gente imagina cachos, né? À medida que eu fui crescendo e minha mãe parando de cuidar do meu cabelo, eu só deixava preso, já que raramente tava bonito.

    Ao mesmo tempo, eu nunca tive saco de fazer chapinha, então ia me adaptando aqui e ali com o cabelo que tinha. Pra falar a verdade, tirando a época que eu fiz franjinha curta e tinha que usar chapinha na franja, só alisei o cabelo mais três vezes haha

    Então acaba que foi indo assim, mas eu me lembro de querer ter cabelo colorido desde criança. Pintava de crepon sempre que dava (e mal pegava, afinal meu cabelo é castanho escuro também). No carnaval era uma festa, por que tinha aquele spray de tinta pra cabelo colorida, sabe? Eu passava os 4 dias do carnaval sem encostar tinta no cabelo haha

    Daí eu resolvi descolorir em casa, com uns 14/15 anos, algumas mechas e pintar com anilina. De bolo. É. AUHAUAUHUAHUAHUA Minhas roupas todas manchavam, por que eu aplicava a anilina direto no fio! Sem creminho, nem nada. Aí conheci meu amigo azul de metileno, minha amiga violeta genciana e ficamos nessa, trocando entre roxo, azul e verde desbotado.

    Mas de preto mesmo só pintei duas vezes e fica muito bonito <3

    Agora vou pegar a parte de baixo, descolorir e pintar de azul ou roxo, ainda não decidi. Mas a vontade mesmo, pra não gastar dinheiro e não passar mil trabalhos é: tacar henne e ser feliz <3

    Hoje em dia o meu cabelo tá tão longo, que ele pesou e fica ondulado, quase liso em algumas partes haha
    Falta tu jogar um roxão cor de berinjela no cabelo, Jaque!

    Ia ficar lindo <3 <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim, comparando com aquele teu texto no Insta, é tipo isto, sou meio preguiçosa pra cuidar, mas cuidava dele colorido porque achava zoado demais ter um cabelo colorido maltratado! E aí, resolvi me livrar dos trabalhos usando Henê, ainda mais nessa fase longa! Beijão miga. <3

      (E não me passe mais anilina de bolo nisso, peloamordaDeusa!)

      Excluir

Muito grata pelo contato, seja sempre bem vindo! :3
You can contact me in english too! Be welcome! ♥

Cabelos Coloridos

Instagram Pessoal

Outfits no Instagram!